Fio Dental: Precisa Mesmo?

O uso do fio dental é muito importante para uma higienização completa

Falar isso para o paciente é chover no molhado. E mesmo assim, a grande maioria dos pacientes não é adepto do fio dental diariamente.


O uso diário do fio dental é o segredinho para ter gengivas e dentes saudáveis.

Isso porque ele alcança lugares que a escova não chega, mas isso você também já ouviu. Então…


…Afinal onde o fio dental limpa?

O fio dental limpa uma área chamada de interproximal, que nada mais é que a área onde um dente encosta no outro.

Essa informação é relativamente básica e de conhecimento geral. O que você talvez não saiba, é que essa área nobre é também MAIS DELICADA: pela espessura do esmalte dentário e pela presença da area de col gengival.


Espessura do esmalte na área interproximal

O esmalte é a estrutura dentária externa dos dentes. Essa estrutura é dura, polida e pouco polida.


O esmalte reveste toda a estrutura da dentina, que é uma estrutura interna. A dentina não pode ficar exposta na boca, e quando isso acontece temos sensibilidade e/ou dor.


Toda a sensibilidade do dente é conferida pela polpa dentária, que se origina dos nervos responsáveis pela inervação dos dentes.


Nas áreas interproximais, a espessura do esmalte que protege todo o complexo do dente vai se afinando, realizando a transição entre meio externo (A) e meio interno (B). Sendo assim, cáries nessa região costumam ter uma progressão mais rápida, além de normalmente afetarem os dois dentes que se encostam.


Área de “Col”


Esse nome engraçadinho diz respeito a area da gengiva entre dois dentes, ou seja, na interproximal.


A gengiva que temos ao redor dos nossos dentes é chamada de gengiva queratinizada. A presença da queratina na gengiva confere a ela resistência aos traumas (escovação, alimentação, etc) e também às bactérias.

Na área interproximal, ao invés de existir gengiva com queratina, temos uma gengiva sem queratina, chamada de área de col.


Essa área então, não tem resistência a trauma nenhum, por isso temos um incomodo tão grande quando entra alguma coisinha entre os dentes. Além disso, essa área não tem resistência contra a presença de bactérias, e por isso, inflama muito mais fácil.


E por que sangra quando eu passo o fio dental?


Temos a tendência de associar esse sangramento ao fio dental machucar a gengiva. Não é isso que acontece.


Quando você não usa o fio dental diariamente, sua gengiva inflama, principalmente nas áreas interproximais. Um dos princípios da inflamação é um tecido mais friável, isto é, a mucosa fica muito mais frágil, o que faz com que qualquer contato, por menor que seja, ocasione sangramento.


Como a área interproximal já é mais frágil em situações de normalidade, com inflamação ela fica ainda mais frágil, e por isso ao passar o fio dental sangra.


Longe de estar machucando, o fio dental vai ocasionar uma melhora no sangramento de acordo com a regularização do uso. Isso porque ele vai remover a causa da inflamação, que é a presença de placa e bactérias.



Se sua gengiva sangra com o fio dental, pode fazer o teste. Começando a usar o fio dental, corretamente e todos os dias, em cerca de 14 a 21 dias o sangramento cessará.


E qual é a forma correta?

Para passar o fio dental, devemos cortar um pedaço de cerca de 30 cm. Enrolamos ele nas duas mãos e controlamos com os dedos polegares e indicadores, formando uma pinça.

Para enrolar, devemos deixar uma parte maior numa mão e menor na outra, de forma a ir desenrolando de uma e enrolando na outra conforme vamos utilizando. Isso para que sempre passemos um pedaço limpo entre os dentes.

O fio deve entrar individualmente entre cada dente e ser levado até entrar um pouquinho dentro da gengiva dos dois dentes.


Antes de virar hábito, o movimento parecerá muito difícil e você demorará para passar em todos os dentes. Com o passar do tempo, o movimento se torna natural e demandará muito menos tempo.


E para quem tem dificuldade motora?


Para crianças que ainda não tem controle motor para o movimento, pessoas que tenham dificuldade ou limitação motora, e até mesmo para pessoas acamadas que necessitam de auxílio para higienização, existe um dispositivo para facilitar o movimento: o fio dental forquilha.


Esse tipo de fio dental tem uma haste similar a uma escova de dentes. Permite o mesmo movimento do fio dental, realizando limpeza adequada da área interproximal. Costuma ser encontrado em redes de farmácias ou em dentais.


Pacientes que utilizam aparelhos, contenção ortodôntica ou próteses fixas

Pacientes que possuem aparelhos fixos, contenções ou próteses fixas podem realizar a higienização dessas áreas com o auxílio de um passa-fio: dispositivo que se assemelha a uma “agulha”.


O fio dental é posicionado dentro do espaço do passa fio e passa entre os espaços disponíveis no aparelho, contenção ou prótese.

Pacientes que usam prótese total fixa sobre implantes também podem utilizar as escovas interdentais de silicone.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo